Buscar
  • Rita Medeiros

Guarda-roupa e ônibus


Ontem, resolvi começar a montar meu guarda-roupa para trabalhar em casa, antes de me acostumar a andar horrorosa o dia inteiro, obrigando marido e cachorros (Panda e Flor, meus amados viralatas) a assistirem a um desfile diário de montagens desconexas.

Fui ao centro de BH fazer umas comprinhas.


Esperei menos de 1 minuto no ponto de ônibus.

A passagem custa R$4,05, entreguei R$5, a trocadora simpática devolveu R$1 e... pronto!

Olhei pro rosto da moça e o sorriso dela me disse: pode deixar!

Opa!

Mesmo assim, catei os 5 centavos e entreguei - não vamos nos aproveitar das gentilezas. Durante a curta viagem, descobri sacolinha para doação de livros e notícia e poesia pendurada(s?), para passar o tempo.


Desci no centro e constatei que você deixa de fazer em sua própria cidade passeios que adora fazer quando viaja.


Moro em BH há 50 anos e nunca vi o Presépio do Pipiripau.


Obs.: a foto é da notícia pendurada no ônibus.






3 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo

Agora eu tenho blog

Oi! Estou eu aqui, servidora pública aposentada desde o último dia 12, com tempo sobrando. Tempo sobrando atrasa a vida: tudo fica prá daqui a pouco, porque tenho tempo de sobra. Comprei uma máquina d